agosto/2011 Michelin mostra impacto do uso de pneu radial na economia de combustível

Estande da empresa na M&T Peças e Serviços apresenta resultado de recente e inédito teste, além de mostrar toda a sua linha de pneus radiais

A Michelin apresenta na M&T Peças e Serviços, feira que acontece de 10 a 13 de agosto no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo, sua linha completa de pneus radiais. Além disso, a empresa mostrará o resultado de um teste realizado em julho deste ano que comprovou a economia de combustível que os pneus radiais proporcionam se comparados aos pneus convencionais.

“Pela primeira vez uma empresa do segmento de infraestrutura fez um teste de economia de combustível ao vivo, submetido a uma autoria externa. A feira M&T Peças e Serviços é uma ótima oportunidade para compartilharmos esse resultado”, diz Gilson Santiago, diretor de pneus para mineração e terraplenagem para Michelin América do Sul.

Submetido à auditoria da Fundação Vanzolini, o teste foi realizado em duas etapas, sempre com a mesma carregadeira e operador, que teve seu tempo rigorosamente cronometrado. O resultado foi de 8,6% de economia de combustível quando a máquina usou pneu MICHELIN XHA em comparação ao pneu de tecnologia convencional.

“É um resultado incontestável e muito expressivo. Se calcularmos o que isso representa para uma máquina que trabalha oito horas por dia durante o ano todo, teremos o real impacto que esse volume de economia representa”, diz Gilson Santiago, diretor de pneus para mineração e terraplenagem para Michelin América do Sul.

A Tecnologia Radial

Inventada pela Michelin nos anos 40 e patenteada durante décadas, a tecnologia radial apresenta ainda mais vantagens que a convencional. Além da economia combustível, os pneus radiais aderem com mais facilidade ao molhado, são mais resistentes às perfurações, são mais estáveis, duram o dobro do tempo dos pneus convencionais e reduzem o custo / hora trabalhada. Tudo isso se traduz por uma maior produtividade.

“É uma tecnologia que só traz benefícios, além de ser ecologicamente correta, já que tem uma vida útil maior e diminui a quantidade de descarte de carcaça”, completa Gilson Santiago.

Linha completa de pneus radiais Michelin

Michelin X-CRANE AT

Modelo para asfalto e canteiro de obras. Em guindastes apresenta alto nível de desempenho, reduzindo consumo de combustível na estrada e com durabilidade 15% a mais do que o modelo anterior (Michelin XGC) – isso se deve a uma nova carcaça com superfície de contato com o solo 7% maior. É mais robusto e tem uma maior capacidade de tração nos canteiros de obras, pois incorpora as tecnologias de pneus de carga mais avançadas em sua fabricação.

Os itens de segurança e conforto também foram considerados na fabricação deste pneu: devido a sua nova escultura assimétrica, cuja geometria foi otimizada por computador, a distância de frenagem em pista molhada foi reduzida, aumentando o prazer de dirigir. Além disso, o Michelin X-CRANE AT reduz as vibrações e o ruído.

Michelin XZH

Para aplicação em caminhões basculantes 8x4 e 10x4, com utilização 100% fora-de-estrada. Foi produzido especificamente para suportar condições severas de desgaste e agressão. A banda de rodagem e os flancos reforçados oferecem elevada resistência a cortes e perfurações, o que torna o pneu ideal para o trabalho em minerações, pedreiras, cimenteiras e obras de construção pesada. Estas características, unidas a uma grande profundidade de sulcos, resultam em aumento na vida útil da carcaça e redução nas paradas por avarias nos pneus.

Também para o trabalho em pedreiras e cimenteiras, o Michelin XMINE D2 possui banda de rodagem robusta e profunda que, juntamente com um reforço suplementar nos ombros e flancos, oferece elevada resistência a perfurações e cortes.

Michelin X-QUARRY

Produzido para caminhões rígidos fora-de-estrada. Tem ombros quadrados e reforçados unidos à banda de rodagem maciça e de grande profundidade. Oferece alta robustez e excepcional resistência para utilização em ciclos curtos e velocidade baixa.

Michelin XDR

Este pneu de mineração tem escultura adaptada para rodar em terrenos agressivos, além de garantir máxima segurança em condições de uso extremo, assim como melhor resistência ao desgaste, minimizando o custo por hora trabalhada. Os sulcos transversais do pneu otimizam a tração e, conseqüentemente, a produtividade dos veículos. Os tacos de borracha são independentes e dispostos ao longo do pneu, no centro da banda de rodagem. Desta maneira, quando há movimento, estes se aproximam para dividir a pressão sobre o solo de forma uniforme, aumentando significativamente a durabilidade.

Michelin XTLA
Indicado para pequenas e médias carregadeiras. Oferece excelente tração em solo brando, ideal para operações sem muita agressão. Os principais diferenciais do produto são a grande redução no custo por hora, em relação as outras alternativas disponíveis no mercado, e maior resistência a perfurações.

Michelin XZM

Indicado para empilhadeiras que operam em indústrias, portos e aeroportos. Sua carcaça radial garante uma rodagem mais estável e com menos vibrações, permitindo menor necessidade de paradas para manutenção dos sistemas de suspensão, mais segurança no transporte da carga e maior conforto para o operador. Com menor resistência à rodagem, este modelo proporciona economia de combustível de 6% a 10%, se comparado ao pneu convencional com câmara, e de 15% a 20%, se comparado ao pneu semi-elástico ou maciço. Estes valores variam de acordo com o modelo do equipamento e sua utilização. Para completar, o Michelin XZM é o primeiro pneu radial non marking, que não deixa marcas no piso, por utilizar uma mistura de borrachas de nova geração.

MICHELIN XHA

Projetado para carregadeiras e motoniveladoras usadas em trabalhos de construção, estocagem de materiais e carregamento de caminhões. Esse pneu proporciona ao cliente baixo custo operacional, excelente tração, desempenho excepcional e aumento na produtividade. Sua banda de rodagem de longa durabilidade e o desgaste uniforme com baixa resistência na rodagem garantem o baixo custo operacional e, consequentemente, maior economia de combustível. Foram aplicadas lonas de aço para proteção contra furos, proporcionando um deslocamento confortável e estável para o operador da máquina equipada com os pneus MICHELIN XHA.

 

M&T Peças e Serviços

Local: Centro de Exposições Imigrantes – São Paulo
Estande Michelin : Rua D
Data: 10 a 13 de agosto
Horário : Quarta a sexta: 13 às 20 horas
             Sábado: 09 às 17h

 

A missão da Michelin é contribuir de maneira sustentável para a mobilidade das pessoas e dos bens. Assim, o Grupo fabrica e comercializa pneus para todo tipo de veículo, incluindo aviões, automóveis, motocicletas, equipamentos de mineração e terraplenagem, caminhões e até mesmo para os ônibus espaciais da NASA. A Michelin também presta serviços online de ajuda à mobilidade (ViaMichelin.com) e edita guias turísticos, de viagem, de hotelaria e de alimentação, mapas e atlas rodoviários. O Grupo, cuja sede é localizada em Clermont-Ferrand (França), está presente em 170 países, emprega 117 mil pessoas no mundo inteiro e possui 68 unidades industriais implantadas em 19 países. (www.michelin.com)

 Voltar
 

Copyright © 2015 MICHELIN todos os direitos reservados