Maria Oiticica lança coleção inspirada no Programa MICHELIN Ouro Verde Bahia


Designer de biojoias utilizará sementes de seringueira colhidas no local, que é uma das maiores iniciativas sustentáveis da Michelin no mundo.





Em expedição recente ao Programa MICHELIN Ouro Verde Bahia, uma das maiores iniciativas sustentáveis da Michelin no mundo, no sul de Ilhéus, a designer de biojoias Maria Oiticica encontrou a inspiração para o lançamento de sua próxima coleção chamada Origem. Seguindo sua filosofia de usar a natureza como inspiração e sempre baseada na sustentabilidade, Maria resgatou memórias de sua infância no programa da Michelin que contribui para o desenvolvimento do cultivo da seringueira na região. “Meu pai foi seringueiro, cresci em Manaus brincando com as sementes da árvore que ele levava para casa. Foi incrível voltar a ter contato com essa espécie”, conta a artista. A coleção será lançada em duas etapas. A primeira chegou às lojas no dia 20 de novembro, com cinco peças usando as sementes da seringueira. Serão dois colares usando também ouro velho e crochê, e três brincos. Os próximos lançamentos, previstos para 2018, usarão a madeira como matéria prima. “Há 15 anos sonho usar a seringueira como matéria prima para minhas peças. Ela faz parte da minha infância, do meu crescimento, e resgata memórias muito especiais. Até então, nunca havia conseguido encontrar as sementes inteiras. Lá no Programa Ouro Verde Bahia, pude ver as sementes íntegras e planejar a forma ideal de cortar e passar por todo o processo de preparação para se tornar joia”.



Sobre a Michelin

A missão da Michelin, líder do setor dos pneus, é contribuir de maneira sustentável para a mobilidade das pessoas e dos bens. Por esta razão, o Grupo fabrica, comercializa e distribui pneus para todo o tipo de veículos. A Michelin propõe igualmente serviços digitais inovadores, como a gestão telemática de frotas de veículos e ferramentas de ajuda à mobilidade. De igual forma, edita guias turísticos, de hotéis e restaurantes, mapas e atlas de estradas. O Grupo, que tem a sua sede em Clermont-Ferrand (França), está presente em 170 países, emprega 111.700 pessoas em todo o mundo e dispõe de 68 centros de produção implantados em 17 países que, em conjunto, fabricaram 187 milhões de pneus em 2016.

Sobre o Programa Michelin Ouro Verde Bahia

O programa Michelin Ouro Verde Bahia é uma das maiores iniciativas sustentáveis da empresa no mundo, implementado em 2004. Em 2006 rendeu novos frutos como a Reserva Ecológica Michelin, que protege e restaura uma das áreas de Mata Atlântica mais ameaçadas do planeta, e o Centro de Estudos da Biodiversidade, um dos centros de pesquisa sobre a Mata Atlântica mais ativos do mundo, com 94 pesquisas concluídas, 13 em andamento e 78 publicações científicas. Referência mundial para a comunidade científica, o local recebeu há 10 anos o replantio de seringueiras e, para a população ser autossustentável, o plantio de cacau e banana. Lá foram catalogadas várias espécies de frutas nativas brasileiras que, até então, eram desconhecidas. No âmbito econômico, são mais de 1.300 famílias de agricultores em mais de 50 municípios de todo o Estado da Bahia beneficiadas de alguma forma pelo POVB. Eles lidam com a borracha, o cacau e a banana. Uma ação que vai além da proteção ao meio ambiente. Gera empregos e desenvolvimento para uma das regiões mais carentes do país.

Sobre a Maria Oiticica

A designer amazonense Maria Oiticica escolheu o Rio como cidade, inspiração e marca registrada. O Rio de Janeiro foi sua vocação. O Amazonas, paixão e referência. A mistura? Brasilidade, estilo e sustentabilidade. Maria abriu seu primeiro ateliê em 2003, em Ipanema, e virou notícia transformando sementes e fibras do norte do país em obras de arte pelas orlas cariocas.



Voltar

Copyright © 2017 MICHELIN todos os direitos reservados