setembro/2012 Michelin inaugura a expansão de sua fábrica de pneus para carros de passeio e caminhonetes

Investimento de 300 milhões de euros, que está sendo realizado na unidade industrial de Itatiaia, no estado do Rio de Janeiro, permitirá ao Grupo Michelin multiplicar por 3,5 sua produção de pneus de carro no Brasil

Hoje, a Michelin inaugura a extensão de sua fábrica de pneus para automóveis da marca MICHELIN, na sua unidade industrial de Itatiaia, no sul do estado do Rio de Janeiro. O investimento de 300 milhões de euros permitirá elevar a capacidade de produção para 5 milhões de pneus por ano, em uma primeira fase, marcando assim uma nova etapa na conquista do mercado de pneus para veículos de passeio e caminhonete no Brasil e em toda a América do Sul. No total, serão gerados com este investimento mais 300 empregos diretos e mais de 1.500 indiretos.

A América do Sul é uma das zonas prioritárias na estratégia mundial da Michelin. O Grupo já está presente na região há mais de 30 anos, no mercado de pneus radiais para caminhões e ônibus. Somos também o número 1 no mercado de pneus para equipamentos usados em grandes minas e em terraplenagem. Com esta expansão estamos entrando com toda força no mercado de pneus de passeio e caminhonete, com a firme determinação de sermos líderes nesse mercado. Essa nova linha de produção é essencial para o Grupo Michelin, pois nos permitirá atingir o nosso objetivo comercial na América do Sul: dobrar a nossa participação de mercado nos próximos cinco anos,” afirma Jean-Dominique Senard, presidente mundial do Grupo Michelin.

Esta nova linha produzirá a gama de pneus MICHELIN Energy XM2, que já cobre 96% do parque automotivo da América do Sul, oferecendo desempenhos muito superiores aos da concorrência (1), sobretudo em termos de segurança, durabilidade e economia de combustível. “Para isso, nossa fábrica será equipada com as mais modernas tecnologias e equipamentos do Grupo Michelin e onde trabalharão funcionários formados por nós no Brasil e em outras unidades da Michelin no mundo. A produção já começou e os consumidores brasileiros poderão, em breve, comprar pneus da marca MICHELIN, fabricados com a melhor tecnologia do mundo e, com muito orgulho, Made in Brazil,” afirma Cesar Moñux, diretor da fábrica de pneus de passeio de Itatiaia.

Paralelamente a este novo investimento industrial e a fim de responder, sempre e cada vez melhor, à demanda de seus clientes, a Michelin está acelerando a expansão de sua rede de distribuição. “O mercado de pneus de passeio chegou, hoje, a um bom nível de amadurecimento no Brasil. As classes B e C se desenvolveram muito nesses últimos anos e estão cada vez mais exigentes no que se refere à qualidade e ao desempenho dos pneus que buscam e compram. O poder de compra também aumentou, o que lhes permite agora comprar os melhores pneus do mercado. E é isso que nós vamos oferecer com os nossos pneus MICHELIN, fabricados no Brasil”, afirma Jean-Philippe Ollier, presidente da Michelin América do Sul.

Esse novo investimento de 300 milhões de euros no Brasil faz parte do montante de um bilhão de euros investidos pela Michelin, de 2006 a 2012, para aumentar sua capacidade de produção em pneus de carga e na fabricação de pneus para minas e terraplenagem, ambas na unidade de produção localizada no bairro de Campo Grande, no Rio de Janeiro. “No segmento de pneus de carga e no segmento para veículos usados em minas e terraplenagem, portos etc, somos o Número 1 do mercado e continuamos a investir maciçamente para consolidar nossa posição de líder e contribuir para o desenvolvimento do Brasil. Nosso objetivo no País e em toda a América do Sul é conquistar participação de mercado, oferecendo a nossos clientes mais segurança, mais desempenho e mais rentabilidade, graças a uma oferta de pneus e serviços de alto nível e perene”, completa Jean-Philippe Ollier.

A Michelin emprega, hoje, mais de 6.000 pessoas na América do Sul, sendo 5.000 no Brasil.


(1) Os atributos de segurança do MICHELIN Energy XM2 são garantidos por institutos tidos como referência nos setor automotivo. Para as comparações em relação à resistência ao choque e à frenagem foi escolhido o TUV SUV, sediado na Alemanha. Já o resultado de durabilidade foi reconhecido pelo brasileiro Instituto Vanzolini. Os testes aconteceram em 2011.

______________________________________________________________________________

Sobre a Michelin – A missão da Michelin, líder mundial da indústria de pneus, é contribuir de maneira sustentável para a mobilidade das pessoas e dos bens. Dessa maneira, o Grupo fabrica e comercializa pneus para todo tipo de veículo, incluindo aviões, automóveis, motocicletas, mineração e terraplenagem, caminhões e até mesmo para os ônibus espaciais da NASA. A Michelin também presta serviços digitais de ajuda à mobilidade (ViaMichelin.com) e publica guias turísticos, guias de viagem, guias de hotelaria e de alimentação, mapas e atlas rodoviários. O Grupo, cuja sede é localizada em Clermont-Ferrand (França), está presente em 170 países, emprega 115 mil pessoas no mundo inteiro e possui 69 unidades industriais implantadas em 18 países. (www.michelin.com)

 

 

Contatos para a Imprensa:

PRINTER PRESS COMUNICAÇÃO CORPORATIVA
Fernando Planca (fernando@printerpress.com.br) – (11) 5582-1601

MICHELIN
Carlos Eduardo Pinho (carlos-eduardo.pinho@br.michelin.com)– (21) 3621-4627
Juliana Schiffler (juliana.schiffler@br.michelin.com) – (21) 3621-4325

 

 Voltar
 

Copyright © 2017 MICHELIN todos os direitos reservados