janeiro/2013 Michelin retorna ao Dakar 2013

A fabricante francesa fornecerá pneus para as próximas três edições do maior rally do mundo

Michelin_Dakar_2013_img1

A Michelin, uma das maiores fabricantes mundial de pneus, anuncia seu retorno ao Dakar em 2013 para ser a principal fornecedora de pneus da categoria nos próximos três anos. Além disso, a Michelin oferecerá, durante todo o período da prova, serviço de assistência 24 horas no que diz respeito à manutenção dos pneumáticos dos competidores, fortalecendo, desta maneira, sua relação com a maior competição de Rally do mundo.

A oficialização do regresso da marca ao Dakar foi feita pelo Diretor do Departamento de Competição do Grupo Michelin, Pascal Couasnon, em coletiva de imprensa que aconteceu na cidade peruana de Lima e contou com a presença dos pilotos franceses: Marc Goma, Cyril Despres e Stéphane Peterhansel.“O Dakar é uma competição que faz todo o sentido para o nosso Grupo, pois esta prova representa a ligação de um espetáculo de alto nível a um desafio tecnológico sem igual”, destaca Couasnon.

Para 2013 e, pelo menos, nas próximas três edições, a Michelin será parceira técnica do Dakar, fornecendo uma gama completa de pneus para as categorias carros, motos e caminhões, bem como um serviço de assistência técnica 24 horas, permitindo que os competidores possam ter todo o suporte na busca pela melhor performance sem abrir mão da segurança.

O Dakar, por sua vez, desembarca pelo quinto ano consecutivo na América do Sul após trinta anos de estadia no território africano, e terá sua largada realizada na cidade de Lima, Peru, no próximo dia 05 de janeiro, com chegada prevista ao Chile no dia 19 do mesmo mês. A principal competição de Rally do mundo reúne nessa edição 53 diferentes nacionalidades, incluindo pilotos de referência em todas as categorias.


Categoria Carros

A Michelin, capitalizando trinta anos de experiência em todo o tipo de terreno, desenvolveu o Michelin Latitude C para equipar os automóveis participantes do Dakar 2013. O Michelin Latitude C traz uma enorme capacidade de resistência a todo o tipo de “agressão” das pistas sul-americanas e oferece a tração necessária para sobrepor as dunas do deserto e quaisquer irregularidades que possam atrapalhar os competidores. Este modelo concede uma estrutura suave e, ao mesmo tempo, muito resistente. Também possui flancos altos (na medida 245/80 -16), capaz de rodar com baixas pressões e dispõe de uma banda de rodagem muito eficaz. Em sua fabricação, os engenheiros deram total atenção ao quesito resistência ao pneu Michelin Latitude C para que ele pudesse cumprir as longas especiais da edição 2013 do Dakar, que podem chegar aos 600 quilômetros de extensão.


Categoria Motos

O modelo Michelin Desert Race, vencedor do Dakar 2011 e 2012, oferece mais tração, maior estabilidade na frenagem e agilidade superior ao do concorrente, favorecendo a passagem da motocicleta sob terrenos irregulares, sobretudo os pedregosos. Desenvolvido pelos engenheiros do Centro de Tecnologia Michelin em Clermont-Ferrand na França, o Desert Race apresenta desenho simétrico com sulcos largos e mais espaçados. Isso contribuiu para maior facilidade de rolamento, proporciona muito mais tração e agressividade, conservando as características necessárias para longevidade e polivalência que distinguem e legitimam a reputação dos pneus Michelin.

“No Dakar, o mais difícil não é o confronto direto com os nossos adversários. O mais complicado é enfrentar o deserto. São mais de 8 mil quilômetros que nos separam da chegada e os pneus fazem parte das ferramentas de que dispomos para vencê-los. Em 12 anos de competição, nunca utilizei outra marca que não fosse a Michelin”, analisa o piloto Cyril Despres (foto), três vezes campeão do Rally Dakar.

 


Categoria Caminhão

No Dakar 2013, cerca de sete em cada dez caminhões inscritos estão equipados com o pneu Michelin XZL. Este modelo é reconhecido pela sua elevada performance e foi especialmente fabricado para oferecer agilidade em qualquer tipo de solo, cuja estrutura robusta suporta uma grande capacidade de carga. A sua carcaça autoriza circulação a baixa pressão, adaptando-se facilmente a todos os terrenos encontrados no trajeto do Dakar. Para esta edição, os pneus Michelin XZL de série vai equipar caminhões com potência superior a 850 cv.


Assistência 24 horas Michelin

A Michelin também estará presente no Dakar com um Centro de Assistência 24horas. Nele, poderão ser efetuadas montagens e desmontagens de pneus e os competidores terão à disposição uma equipe de profissionais da Michelin altamente qualificados para dar o suporte técnico necessário durante os 15 dias de competição.
Esta iniciativa, além de beneficiar os competidores, possibilitará ao Centro de Tecnologia Michelin de Ladoux, na França, coletar informações importantes para o desenvolvimento de novas tecnologias em pneus para a próxima edição da prova. “As condições encontradas em uma competição como esta são tão exigentes para os pneus, que isso confere ao Dakar o estatuto de um laboratório do tamanho da natureza” – afirma Couasnon.


Michelin e o Dakar

A Michelin está ligada ao Dakar desde 1982, não somente por interesse comercial, mas principalmente porque ambas partilham alguns valores: O Desafio Desportivo -, atuando lado a lado com os melhores pilotos, explorando novos limites. Pela Inovação -, uma vez que contribui para que a Michelin esteja no topo do desenvolvimento dos pneus que apresenta e comercializa hoje em dia. Promover Mobilidade e Segurança Rodoviária -, um desafio, não somente para os pilotos do Dakar, mas principalmente para os automobilistas da América do Sul.
_______________________________________________________________________________________
A missão da Michelin, líder mundial da indústria de pneus, é contribuir de maneira sustentável para a mobilidade das pessoas e dos bens. Dessa maneira, o Grupo fabrica e comercializa pneus para todo tipo de veículo, incluindo aviões, automóveis, motocicletas, mineração e terraplenagem, caminhões e até mesmo para os ônibus espaciais da NASA. A Michelin também presta serviços digitais de ajuda à mobilidade (ViaMichelin.com) e publica guias turísticos, guias de viagem, guias de hotelaria e de alimentação, mapas e atlas rodoviários. O Grupo, cuja sede é localizada em Clermont-Ferrand (França), está presente em 170 países, emprega 109 mil pessoas no mundo inteiro e possui 72 unidades industriais implantadas em 19 países. (www.michelin.com)


PRINTER PRESS COMUNICAÇÃO CORPORATIVA
Assessoria de Imprensa da MICHELIN

Robson Rodrigo (robson@printerpress.com.br) – (11) 5582-1620
Priscila Carvalho (Priscila@printerpress.com.br) - (11) 5582-1618

 

 Voltar
 

Copyright © 2017 MICHELIN todos os direitos reservados