julho/2011 PNEU RADIAL ECONOMIZA 8,6% A MAIS DE COMBUSTÍVEL DO QUE CONVENCIONAL

br - Teste inédito realizado pela Michelin com uma carregadeira comprova superioridade da tecnologia desenvolvida pela empresa francesa

A Michelin, pioneira e principal fabricante de pneus radiais do mundo, realizou um teste inédito e ao vivo, no dia 21 de julho , no Customer Center da Volvo, em Curitiba, o teste foi auditado pela Fundação Vanzolini. A empresa comparou o desempenho da tecnologia radial e da convencional em uma carregadeira. O resultado foi uma significativa diferença de 8,6% de economia no consumo de combustível.

“É um resultado incontestável e muito expressivo. Se calcularmos o que isso representa para uma máquina que trabalha oito horas por dia durante o ano todo, teremos o real impacto que esse volume de economia representa”, diz Gilson Santiago, diretor de pneus para mineração e terraplenagem para Michelin América do Sul.

O teste foi realizado em duas etapas, sempre com a mesma máquina e operador, que teve seu tempo rigorosamente cronometrado. Na parte da manhã, com uma chuva leve, a carregadeira saiu com pneu MICHELIN XHA e 18,93 litros de diesel e, uma hora mais tarde, voltou com 8,22 litros. Depois, a carregadeira saiu com pneus convencionais e fez exatamente o mesmo trabalho. Saiu com e 19,36 litros e voltou com 7,54 litros – uma diferença de 9,65%.

Na segunda etapa, com chuva mais forte, a carregadeira fez o percurso com pneu convencional. Saiu com 19,36 litros de combustível e voltou com 7,27 litros. Depois, partiu com pneus Michelin e 18,93 litros e voltou com 7,75, representando uma diferença de 7,56% litros nesta fase e permitindo fazer a média entre as duas etapas de 8,6% de economia em favor dos pneus radiais Michelin.

“Ficou comprovado que o pneu radial tem um desempenho melhor do que o radial em qualquer condição climática. Se tivesse um dia de sol, também teríamos um grande resultado”, garante Gilson Santiago.

A Tecnologia Radial

Inventada pela Michelin nos anos 40 e patenteada durante décadas, a tecnologia radial apresenta ainda mais vantagens que a convencional. Além da economia combustível, os pneus radiais aderem com mais facilidade ao molhado, são mais resistentes às perfurações, são mais estáveis, duram o dobro do tempo dos pneus convencionais e reduzem o custo / hora trabalhada. Tudo isso se traduz por uma maior produtividade.

“É uma tecnologia que só traz benefícios, além de ser ecologicamente correta, já que tem uma vida útil maior e diminui a quantidade de descarte de carcaça”, completa Gilson Santiago.


O MICHELIN XHA

O pneu MICHELIN XHA foi projetado para carregadeiras e motoniveladoras usadas em trabalhos de construção, estocagem de materiais e carregamento de caminhões. Esse pneu proporciona ao cliente baixo custo operacional, excelente tração, desempenho excepcional e aumento na produtividade.

A banda de rodagem de longa durabilidade e o desgaste uniforme com baixa resistência na rodagem garantem o baixo custo operacional e, consequentemente, maior economia de combustível. Foram aplicadas lonas de aço para proteção contra furos, proporcionando um deslocamento confortável e estável para o operador da máquina equipada com os pneus MICHELIN XHA.

O pneu MICHELIN XHA conta ainda com forte tração e excelente comportamento em solo inconsistente. A construção radial da carcaça, o talão reforçado e os flancos bem protegidos promovem maior resistência aos golpes e cortes.

 Voltar
 

Copyright © 2017 MICHELIN todos os direitos reservados