maio/2011 Refill Michelin chega a Campo Grande

Unidade do serviço exclusivo de recapagem Michelin é inaugurada

Campo Grande (MS) recebe uma unidade do serviço Refill Michelin, para atender o estado do Mato Grosso do Sul. O novo ateliê fica na revendedora Rodocap e oferecerá a melhor tecnologia de recapagem de pneus. Esse serviço permite ao cliente uma considerável economia no custo por quilômetro rodado, gerando assim mais vantagem competitiva no mercado de transportes.

“Estamos muito satisfeitos em contar com o serviço exclusivo Refill para todo o Estado do Mato Grosso do Sul. A partir de agora, poderemos oferecer o que há de melhor e inovador no serviço de recapagem no Brasil”, diz Gelson Pavoni, proprietário da Rodocap.

“O estado do Mato Grosso do Sul é de grande importância para nós, pois possui um mercado de aproximadamente 90 mil pneus novos, gerando cerca de 145 mil serviços de recapagens ao ano. E a excelência do serviço prestado pela revendedora Rodocap nos deixa seguros da escolha que fizemos para a implementação do Refill na região”, diz Luiz Carlos Thiebaut, gerente Setorial de Vendas para pneus de ônibus e caminhões da Michelin.

Refill Michelin

Para garantir mais benefícios aos seus clientes e pensando em proporcionar o máximo de aproveitamento da carcaça, a Michelin lançou o serviço exclusivo Refill em 2007 e, desde então, a quantidade de usuários não para de crescer. Hoje já representa 30% da produção de uma planta de serviço de recapagem. Com a Rodocap, completamos 10 ateliês Refill espalhados pelo Brasil, cobrindo os principais mercados.

“Diante da evolução do processo de recapagem e do sucesso da tecnologia aplicada ao Refill, que permite ao pneu ficar novo de novo, a Michelin tem o objetivo de inaugurar, pelo menos cinco unidades de serviço Refill até o final de 2011”, afirma Maurício Santos, Responsável Comercial de Recapagens para América do Sul.

O Refill é voltado para pneus da marca Michelin com Tecnologias de Durabilidade Michelin em suas carcaças, caracterizadas pelo conjunto: Banda de Rodagem Michelin + Processo Michelin + Sistema de Qualidade Michelin, apoiado pela Garantia Refill.

Esse conjunto proporciona um rendimento quilométrico superior a 40% na vida total do pneu, se comparado à atual oferta do mercado, permitindo assim o máximo aproveitamento de sua vida útil.

Segundo pesquisa realizada pelo Instituto Qualimétrica com transportadores e autônomos, a pedido da Michelin, a recapagem no Brasil é realizada em mais de 80% dos pneus de carga vendidos. Esse pneu recapado é uma opção presente na cultura de mercado e tem um peso importante sobre o custo total de uma frota, assim como a carcaça, parte integrante do ativo das empresas, que é encarada como bem de valor.

Com o Refill, depois da primeira vida, a carcaça Michelin é submetida a uma espécie de teste para validação de sua condição e recebe uma nova banda de rodagem. Nesse processo, os grandes diferenciais são as máquinas utilizadas:

• EPD – Electronic Perforation Detector: sistema eletrônico de identificação de microfuros, furos e danos no interior do pneu imperceptíveis a olho nu (ganho em média de 20% na qualidade da detecção);

• CCA – Computer Controlled Application: aplicação automatizada da goma de ligação, por extrusão, garantindo adequadamente o preenchimento das escoriações e a uniformidade desta interface em toda a superfície da carcaça Michelin. Nesta operação são eliminadas as possíveis bolhas de ar entre as rugosidades provocadas durante a raspagem. Sobre esta base, são aplicadas automaticamente, de forma tensionada e centrada, a banda de rodagem, mantendo a perfeita adesão à carcaça Michelin. A grande vantagem deste processo é a garantia da integridade da carcaça Michelin para a rodagem.

A Michelin inovou com um Sistema de Informação que possibilita o acompanhamento do pneu durante a sua vida útil, para assim reforçar a qualidade do serviço Refill. O sistema permite o acompanhamento individual das carcaças em todas as etapas do processo Refill, o registro e o controle da garantia.

Tecnologias de Durabilidade Michelin

Para o total aproveitamento dos benefícios do Refill, é imprescindível que a carcaça conte com “Tecnologias de Durabilidade Michelin”, inovações tecnológicas que tornaram a carcaça radial do pneu sem câmara mais robusta, segura, resistente e durável.

“O Refill dá continuidade a um processo que a Michelin vem desenvolvendo há quatro anos. Inicialmente reforçamos as carcaças dos pneus. Depois, inovamos mais uma vez ao oferecer ao mercado uma solução que visa à estratégia da Michelin em aprimorar continuamente seus produtos e serviços”, completa Thiebaut.

Bandas de rodagem disponíveis para Refill

A banda Michelin Bavette XTE2-B foi desenvolvida para aplicação em pneus Michelin de uso rodoviário para eixos portadores de reboque, semirreboques e trucks de caminhões e ônibus, que trafegam em pistas pavimentadas de médias e longas distâncias. Esta banda possui bases mais largas, o que proporciona melhor adesão à carcaça e reduz a incidência de arrancamentos e descolagem, na região dos ombros.

O principal benefício das bandas especialmente desenvolvidas para os eixos truck e semirreboques deve-se à redução dos arrancamentos que, aliado ao processo Refill de fabricação, oferece 10% a mais em quilometragem.

A banda XD Coach, por sua vez, foi a primeira banda de rodagem do mercado especialmente desenvolvida para eixos de tração de ônibus rodoviário, com um desenho inédito no setor de recapagem. Uma escultura lamelizada com cinco sulcos longitudinais e compostos de borracha de alta performance garantem excelente aderência em pisos secos e molhados até o final da vida, além de baixo nível de ruído, proporcionando mais conforto e segurança aos passageiros.

Em testes realizados em ônibus rodoviários, a banda XD Coach apresentou um ganho de quilometragem de até 25% em performance comparativamente às bandas tradicionalmente utilizadas.

A banda de rodagem XZU3 foi desenvolvida para ônibus urbanos e possui formato inovador: quatro sulcos profundos e largos, maior volume de borracha e melhor escoamento de água, possibilitando mais economia, quilometragem e segurança. A banda de rodagem XZU3 tem a mesma tecnologia do pneu novo Michelin XZU3 que proporciona o melhor custo-benefício do mercado de utilização urbana.

Além disso, a banda XZU3 apresenta o mesmo sistema inovador autoblocante 3D, exclusivo Michelin, que atua diretamente na melhoria da aderência do pneu ao solo, aumentando a estabilidade ao veículo e proporcionando mais segurança aos passageiros. O sistema permite contato progressivo do pneu com o solo, reduzindo o deslizamento da banda de rodagem e o desgaste.

Em testes realizados com clientes, a banda apresentou rendimento quilométrico médio 15% superior em relação à principal banda urbana concorrente.

A banda XDE2+ tem desenho exclusivo para eixos de tração de pneus rodoviários aplicados em cavalos-mecânicos e caminhões, que trafegam em pisos pavimentados e percursos sinuosos com aclives e declives, em trajetos médios e longos. Larga e plana, com tacos distribuídos de forma otimizada, a XDE2+ propicia excelente distribuição da carga e transmissão de torque em solo seco e molhado, com baixo nível de ruído e desgaste mais uniforme. Sulcos largos, profundos e abertos permitem uma boa drenagem da água, além de manter um baixo nível de retenção de pedras.

Para completar, a banda XZE2+ é voltada para aplicação toda posição, nos mais variados tipos de veículos que transportam carga ou passageiros, e também trafegam em pisos pavimentados e percursos sinuosos com aclives e declives, em trajetos médios e longos. Com quatro sulcos longitudinais profundos, aliados a sua escultura lamelizada, a XZE2+ oferece excelente aderência em pisos molhados, enquanto os ribs, mais largos nos ombros, proporcionam uma forma de uso mais uniforme, com melhor aproveitamento da banda de rodagem e comportamento nas curvas.

Ambas utilizam um composto de borracha de alta performance que garante um aumento no rendimento quilométrico de até 20%, no XDE2+ , e de 15%, no XZE2+, na comparação com suas gerações anteriores.

Este composto conta com um processo de co-extrusão, que une dois tipos de borracha na mesma banda, o que permite uma redução no aquecimento da carcaça, garantindo o melhor rendimento quilométrico, ou seja, mais vida para o pneu.

A missão da Michelin é contribuir de maneira sustentável para a mobilidade das pessoas e dos bens. Assim, o Grupo fabrica e comercializa pneus para todo tipo de veículo, incluindo aviões, automóveis, motocicletas, equipamentos de mineração e terraplenagem, caminhões e até mesmo para os ônibus espaciais da NASA. A Michelin também presta serviços online de ajuda à mobilidade (ViaMichelin.com) e edita guias turísticos, de viagem, de hotelaria e de alimentação, mapas e atlas rodoviários. O Grupo, cuja sede é localizada em Clermont-Ferrand (França), está presente em 170 países, emprega 117 mil pessoas no mundo inteiro e possui 68 unidades industriais implantadas em 19 países. (www.michelin.com)

 Voltar
 

Copyright © 2017 MICHELIN todos os direitos reservados